Início » Bicicletas » Conheça o aplicativo Bike Registrada e pedale com mais segurança

Conheça o aplicativo Bike Registrada e pedale com mais segurança

Uma das maiores preocupações dos proprietários de qualquer meio de transporte é a segurança – e é para auxiliar nesta questão que o aplicativo Bike Registrada foi criado. À medida que o mercado de ciclismo cresce em alta velocidade, modelos mais interessantes e valiosos são lançados e a demanda aumenta.

Ao mesmo tempo em que isso é ótimo para o ciclismo, é uma oportunidade para os ladrões – especialmente porque bicicletas são mais fáceis de roubar do que outros meios de transporte.

Conheça melhor o projeto Bike Registrada:

Como funciona?

Foto: Abradibi/Reprodução
Foto: Abradibi/Reprodução

O usuário registra os seus dados e os dados da bicicleta – número de série do quadro, fotos, características em geral. Se a bike for roubada, ele entra no aplicativo e registra aquela bicicleta como “roubada”.

Quando policiais ou possíveis compradores verificarem a bicicleta (em uma tentativa de venda do ladrão a uma loja, por exemplo), saberão que ele foi roubado e quem é o verdadeiro dono. A polícia pode recuperar sua bicicleta e, através do aplicativo, entrar em contato com você rapidamente.

Quanto custa?

O aplicativo é totalmente gratuito e esta é a melhor parte para fortalecer a comunidade de ciclistas que preocupam-se com a segurança de seu equipamento. Nem o download e nem o registro da bicicleta são cobrados, pois quanto mais usuários cadastrarem sua bicicleta, maior será o resultado na coibição do roubo.

O usuário possui a opção de adquirir o selo de segurança Bike Registrada, que é um selo para ser aplicado na bicicleta com QR Code, que facilita a identificação da bike e de seu nome para uma consulta, sem a necessidade de digitar o número de série.

Como é feito o registro?

O registro pode ser realizado de duas formas. Obviamente, é necessário baixar o aplicativo Bike Registrada ou fazer o cadastro diretamente no navegador, no site do projeto. Então, basta cadastrar a bicicleta com o número de série, fotos do modelo e, se o usuário quiser, com a colagem do selo de segurança Bike Registrada.

Leia também: 6 dicas de segurança para andar de bicicleta na rua

Caso o dono venda a bicicleta, o sistema ainda oferece o registro de transferência do produto, sem a necessidade de o novo dono cadastrar o mesmo modelo uma segunda vez.

Como isso diminui o roubo de bicicletas?

A proposta de funcionamento do Bike Registrada é simples, mas sua lógica parece extremamente eficaz – aliás, contabiliza-se as bicicletas recuperadas com a ajuda do aplicativo já pelas centenas.

A ideia é que com o registro das bicicletas, todo comprador pode consultar quando recebe a oferta de venda de um modelo. Consultando no sistema da Bike Registrada, ele pode descobrir se a bicicleta está em situação regular, ou se foi roubada – evitando comprar aquela bicicleta e, ainda, chamando as autoridades para recuperar o objeto de quem está com irregularmente com ele.

Isso tira a desinformação dos fatores que facilitam a venda de bicicletas roubadas, diminuindo a facilidade de se revender as unidades sem ser pego por alguém.

Além disso, um exemplo de atuação conjunta é o que acontece com a polícia no Distrito Federal, que utiliza o aplicativo para consultar se a bicicleta não está registrada como roubada no Bike Registrada, em uma abordagem suspeita.

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas