Início » Carros » Como transferir veículo para o novo proprietário?

Como transferir veículo para o novo proprietário?

As dúvidas sobre como transferir veículo estão entre as mais comuns de todas as pessoas que adquirem o carro de outra pessoa ou empresa, que não a concessionária. Neste caso, a parte burocrática pode ser tão incômoda quanto a parte boa, que é voltar para casa dirigindo um novo veículo.

A verdade é que transferir veículo é razoavelmente simples, e é muito mais fácil do que costuma parecer. O importante é organizar previamente os documentos necessários, de forma a resolver o problema no menor tempo e na menor quantidade de idas e vindas possível.

Como transferir veículo

Saiba como transferir veículo de forma regular e garanta que a burocracia não atrapalhe a venda de seu veículo:

Busque as informações necessárias antes

Como cada DETRAN possui alcance estadual, cada estado apresenta seu próprio conjunto de taxas referentes à transferência de propriedade de um veículo. Por isso, antes da compra informe-se a respeito destes valores. Eles podem até mesmo entrar na negociação do preço do veículo.

Além disso, é claro, certifique-se de que o veículo que você pretende comprar (se for o seu caso) não apresenta nenhuma pendência com multas, taxas e impostos. Isso pode ser um problema na hora de realizar a transferência.

Quais serão os documentos necessários para transferir veículo?

Serão necessários documentos pessoais (como RG, Carteira Nacional de Habilitação e CPF), comprovantes da compra (registrada em cartório), do pagamento das taxas do DETRAN, comprovantes de residência dos participantes do negócio (de, no máximo, seis meses) e o CRV atual do veículo.

Registre a venda em cartório

Para fazer a transferência da propriedade, será necessário ter registrada a compra e venda em cartório, com a assinatura reconhecida do comprador e do vendedor. Isso permitirá que o comprador comprove, no DETRAN, que o Certificado de Registro de Veículo precisa ser atualizado.

Pagamento de taxas e transferência do CRV

Com a comprovação da venda devidamente registrada, é hora de ir ao DETRAN do seu estado para solicitar a inspeção e atualização do CRV do veículo. É nessa hora que você precisará pagar as taxas que devem ter sido informadas ao buscar as informações previamente.

Geralmente é gerada uma guia para pagamento em algum banco cadastrado. Em alguns casos, o pagamento pode ser feito na própria insituição – tudo dependerá do seu estado.

Lembre-se que a legislação brasileira prevê o prazo máximo de trinta dias para que o CRV seja atualizado para o nome do novo proprietário. Caso contrário, aplica-se multa grave, com cinco pontos sobre a CNH do novo proprietário que não realização a transferência.

Comunicado de venda

Enquanto a transferência do CRV é responsabilidade do comprador do veículo, é possível que o vendedor proteja-se de eventuais multas ou problemas relacionados ao carro enquanto o comprador não faz o procedimento.

Trata-se do comunicado de venda, realizado diretamente no site do DETRAN do estado onde o carro está registrado. Com este comunicado, o antigo proprietário demonstra que não é mais responsável pelo veículo, e qualquer problema cabe ao novo dono, que realizará a transferência em breve. Isso é especialmente importante se você não tem certeza se o comprador já regularizou ou não o CRV do carro.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas