Início » Todos os posts » Carros » Como testar a gasolina: dicas de segurança

Como testar a gasolina: dicas de segurança

A etapa de testar a gasolina – que deve ser aplicada a todos os lotes de combustível – é muito importante, pelo fato de nós, leigos, não sabermos se a gasolina que colocamos em nossos carros está de acordo com o permitido pela Agência Nacional do Petróleo e o Ministério de Minas e Energia.

O interessante mesmo é aprender a fazer o teste.  Afinal, todos querem saber se a gasolina que estão usando é adulterada ou não, pois, por exemplo, se o seu carro é flex, pode estar pagando por uma gasolina com em torno de 30% a 40% de álcool. Saiba como testar a gasolina por si mesmo, garantindo que ninguém enganará você a longo prazo:

Gasolina alterada

A gasolina adulterada que contém mais álcool pode prejudicar motores feitos para rodar apenas na gasolina e vão certamente encarecer a conta de quem possui carros que fazem o não uso de biocombustíveis como o álcool, afinal de contas o consumo será mais elevado.

Como-testar-a-gasolina

Aqui será ensinado como fazer um teste simples e rápido para avaliar se a gasolina possui o permitido de álcool em sua composição, atualmente sendo no máximo de 27%.

É importante salientar que a legislação produzida anteriormente a março de 2015, possibilitava que a adição de álcool na gasolina poderia ser feita em somente 25% do total da solução. E, hodiernamente, a adição pode ser feita de 27% pelo motivo de que a gasolina brasileira está perdendo sua qualidade e tentando subir seus lucros.

Veja também: Gás Natural Veicular: usos e dicas para o GNV

Quando se quiser fazer o teste no posto de gasolina e este mesmo se recusar a fazer o teste, poderás entrar em contato com o Procon e a Agência Nacional do Petróleo (ANP) para que se faça uma fiscalização do local.

Como testar a gasolina?

Você tem ideia da qualidade do combustível que vai no seu carro? Já percebeu se deu algum problema depois de abastecer? Muita gente tem essa dor de cabeça. Mas tem uma maneira de se prevenir. Nas oficinas de hoje, existe muita frequência de carro que necessitam de reparo mecânicos devido ao uso de gasolina fora da padronização ditada pela ANP, por isso, os postos de combustíveis são obrigados a ter um aviso ao cliente sobre a possibilidade de testar gratuitamente os produtos.

O teste é simples e rápido. É só misturar 50ml de gasolina com 50ml de água com sal. Aí é só mexer o tubo de ensaio e o resultado sai em poucos minutos, pois se no regulamentado 27% de etanol na gasolina é o máximo que se pode apresentar e normalmente o teste é feito com 50ml, vamos considerar que podemos chegar a 13,5%. Então, somado ao 50ml da solução de água e sal, podemos atingir até 63,5ml para o produto ficar dentro da especificação

A qualidade do etanol pode ser conferida na própria bomba, onde deve haver uma placa indicando o nível de segurança do combustível. Se o volume estiver acima ou na mesma marca da linha vermelha indicada nessa placa, pode abastecer.

Como evitar este transtorno

Em caso de adulteração, do veículo apresentar problema, é com a nota fiscal que você vai comprovar que houve um nexo de causalidade entre o dano e o abastecimento. A melhor forma de evitar esse tipo de transtorno é a prevenção e pedir para fazer o teste de qualidade é uma das alternativas

Devido a pressa, o consumidor acaba não pedindo, mas se você tem alguma dúvida, o direito do consumidor está pedindo que seja feita na hora a análise. Uma outra orientação é: se o posto se recusar a fazer o teste, você pode entrar em contato com o Procon e com a ANP, a Agência Nacional do Petróleo, para que eles fiscalizem o local.

Carros 2019: Confira os principais lançamentos

Recurso de multas