Início » Carros » Chevrolet Onix 2014: Análise, motor, consumo e fotos

Chevrolet Onix 2014: Análise, motor, consumo e fotos

Embora tenha aparecido no mercado em 2012, pode-se dizer que o Onix 2014 foi o modelo por iniciar um legado mais sólido no modelo. Embora não fosse, na prática, este modelo que alcançaria os primeiros números, ele resolveu uma série de problemas.

A principal solução foi em relação ao gasto de combustível exagerado. O primeiro modelo a chegar ao mercado demonstrou 6,6 km/l de etanol na cidade. Para um carro do tamanho do Onix, é evidente que a marca era um absurdo.

A reconstrução da força ocorreu justamente com o modelo 2014. Mais acertado, equilibrado e econômico, o modelo levaria sua versão 2015 ao topo de vendas.

Chevrolet Onix 2014
Chevrolet Onix 2014

Um Onix mecanicamente equilibrado

Provavelmente o primeiro grande passo do Onix 2014 foi demonstrado nos testes de pista. O modelo já tinha um visual bonito desde que foi lançado, o que não era um problema. Suas dúvidas estavam na questão mecânica.

Para isso, foi necessário enfrentar nomes já fortalecidos, como o HB20. O grande acerto foi o equilíbrio: na cidade, não era tão leve e responsivo quanto o HB20, mas era mais equilibrado em curvas.

A correção dos níveis de consumo também pareceu agradar o público, que – já interessado no visual – começou a desconstruir a imagem negativa.

O início de um sucesso

O processo de “aceitação” gradual do Onix 2014 ainda levaria cerca de um ano. O modelo iniciou seu sucesso que dura até os dias atuais através de uma estratégia que ele próprio mudaria.

Além de seu apelo visual, a ideia era agradar pelo preço. Com valor atrativo, itens limitados e maior eficiência, o modelo foi capaz de desenvolver-se no gosto do público. Levaria, ainda, alguns modelos para que o veículo pudesse adicionar itens mais sofisticados em seu catálogo.

Motor 1.4 razoável

Entre todas as versões o motor 1.4 do Onix 2014 foi o mais vendido. Apesar do volume, o motor pode ser considerado um pouco fraco para o veículo. Obviamente, para o uso urbano comum ele é adequado e não deixa a desejar.

Chevrolet Onix 2014 traseira
Chevrolet Onix 2014 traseira

Não se trata, no entanto, do carro ideal para viagens mais longas, no que diz respeito ao motor. Os concorrentes da mesma época, como o HB20 e o Sandero, por exemplo, ofereciam melhor desempenho – ambos 1.6.

Na verdade, comparando-se com a concorrência, o Onix 2014 oferece a mesma potência que o adversário da Renault – 106 cavalos. O problema está no torque, razoavelmente mais baixo.

Não espere por muitas opções de itens

Ao procurar pelo Onix 2014, é necessário entender que um reposicionamento mais sofisticado do modelo iniciou apenas em 2016. Até então, o carro apostava mais no custo benefício, tentando, de certa forma, reconquistar o público que havia sido perdido durante o Celta.

Chevrolet Onix 2014 - Interior e painel
Chevrolet Onix 2014 – Interior e painel

Por isso, se você está considerando um seminovo e espera por um bom catálogo de periféricos tecnológicos, o modelo pode não ser a melhor aposta. Trata-se, no entanto, de um modelo bem acabado e confortável, mesmo que o espaço interno não seja enorme.

Por que escolher um Onix 2014 hoje?

Para quem busca um seminovo acessível, o Onix 2014 pode ser uma boa ideia por uma série de motivos. Em primeiro lugar, está o valor e o custo de manutenção. Os modelos comprados em 2014 ainda podem estar dentro da garantia, se o dono anterior manteve as revisões em dia. Isso garante maior tranquilidade na hora da compra.

Falando em revisão, a grande quantidade de concessionárias da GM no Brasil pode ser uma facilidade adicional. Em comparação com os principais concorrentes o Onix 2014 certamente está bem avaliado no quesito proximidade da assistência.

Além disso, o modelo possui alta procura, o que indica boas condições de negociação e rotatividade alta. Isso garanta maior facilidade no futuro, quando você quiser vender o veículo.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas