Início » Carros » Chery Celer 2016: Reestilizado e bem equipado

Chery Celer 2016: Reestilizado e bem equipado

O Chery Celer 2016 é um dos modelos mais bem ajustados da montadora chinesa no Brasil. Ele reúne algumas características interessantes da nova fase de adaptação da onda chinesa ao mercado brasileiro.

Produzido nacionalmente, o modelo é melhor acabado do que seus companheiros antigos de marca. Além disso, oferece motorização adequada, não voltado apenas para o oferecimento de um custo acessível, embora seja bastante competitivo. Como de praxe, o modelo oferece, pelo mesmo preço de entrada de seus principais concorrentes, uma linha completa de itens de série, o que o torna bastante interessante, economicamente falando.

Saiba tudo sobre o Chery Celer 2016, e o que esperar deste modelo por aqui:

Produção nacional para espantar os medos

Um dos principais movimento da Chery em relação ao mercado brasileiro foi a abertura de uma enorme estrutura de produção no interior de São Paulo, em Jacareí. O Chery Celer 2016 é produzido nesta unidade.

Para espantar os medos, além de produzir nacionalmente, a montadora oferece uma garantia de disponibilidade de peças. Isso porque um dos principais receios do mercado em relação a veículos chineses diz respeito à falta de peças em caso de necessidade.

Segundo a nova campanha de garantias da montadora, além de disponibilidade constante de peças, o Celer terá um dos custos de manutenção mais baratos de todo o segmento. É uma aposta interessante que afeta não apenas as vendas do modelo, mas todo o posicionamento da Chery em relação ao mercado brasileiro.

Visual bem resolvido

É bem verdade que alguns de seus principais concorrentes, como o Ford Ka, o Chevrolet Onix e o Hyundai HB20 possuem visual difícil de ser combatido. Ao tratarmos de um visual bem resolvido no Chery Celer 2016, é necessário compreender a dimensão desta melhora.

Em comparação, é difícil fazer frente a montadoras tão bem estabelecidas no mercado nacional. No entanto, colocando-se sob uma perspectiva interna de qualidade visual em relação aos modelos anteriores, a Chery claramente evoluiu.

O visual do Celer não apresenta mais a impressão ultrapassada que era típica de seus primeiros modelos por aqui. Embora não esteja na vanguarda do design, não faz mais parte do grupo de carros que claramente não receberam tanto esforço visual quanto deveriam. É, possivelmente, o carro visualmente mais adequado da montadora por aqui, o que merece destaque.

Preço acessível, itens generosos

A estratégia de vendas o Chery Celer 2016 é semelhante ao “modelo chinês” no Brasil. Por um preço mais acessível do que o de seus principais concorrentes, oferece uma versão completa em relação a itens de série.

O Chery Celer 2016, no entanto, é o primeiro a oferecer duas versões: uma básica e outra completa. A básica já conta com ar condicionado, airbags, travas remotas e computador de bordo, por exemplo.

Já a versão Act, mais completa, conta com sistema multimídia, rodas de liga leve em generosas 15 polegadas, faróis de neblina e seis alto falantes em seu interior. Nesta versão, o preço gira em torno dos R$ 40.000.

Desempenho razoável com novo motor

Sob o capô, números bastante adequado. O motor quatro cilindros e 16 válvulas é capaz de desenvolver quase 110 cavalos de potência. Nada muito impressionante, mas dentro do esperado no segmento.

O câmbio possui opção única manual. Nos testes de direção, sente-se ainda um pouco de instabilidade nas curvas, o que representa um problema antigo do modelo. Percebe-se, no entanto, boa melhoria em relação ao desempenho como um todo.

Consumo ainda deixa a desejar

O principal problema mecânico do Chery Celer 2016 não está nas curvas,  mas no consumo. A questão agrava-se ao considerar que seu apelo é justamente a economia, tornando-se contraditório ao consumir demais. Para um veículo deste tamanho, 12,1 km/l na estrada com gasolina está muito abaixo de satisfatório (assim como seus 8,3 km/l com etanol).

Na cidade, os números não são mais empolgantes: 9,2 km/l e 6,3 km/l com gasolina e etanol, respectivamente.

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas