Início » Carros » Carros híbridos: Saiba como eles funcionam

Carros híbridos: Saiba como eles funcionam

O preço da gasolina faz os donos de carro sonharem com um modelo mais econômico; o efeito estufa aumenta a preocupação sobre a contribuição dos veículos na poluição do meio ambiente.

De olho nessas questões e, é claro, no mercado proveniente delas, a indústria automobilística criou o carro híbrido.

O veículo do futuro será mais simples, híbrido e rápido para cumprir as exigências ambientais. Com um impulso extra: o fato de o carro elétrico não “decolar”, apesar do preço do petróleo.

Mas como será que o carro híbrido funciona?

Grande parte dos veículos híbridos roda com gasolina e eletricidade. Por isso, vou centralizar o artigo neles.

Mas a fábrica francesa PSA Peugeot Citroen possui projetos de dois carros híbridos diesel-elétricos.

Aliás, inovação parece ser o combustível da empresa, que optou por um sistema híbrido inédito, no qual a energia fica contida em depósito de ar de alta pressão. O mecanismo é comandado por um amortecedor elétrico, em vez de armazenar energia em baterias complexas e pesadas.

Voltando ao ponto central…

Simplificando a conversa, um híbrido movido a gasolina e eletricidade é isso mesmo: uma junção de carro elétrico e carro movido a gasolina.

Para entender melhor, confira a estrutura desse tipo de automóvel:

  • Motor a gasolina – é bastante parecido com o motor da maioria dos carros. No entanto, o motor do híbrido é menor, além de contar com avançadas tecnologias que diminuem a emissão de poluentes e aumentam sua eficiência.
  • Tanque de combustível –no carro híbrido, o tanque de combustível é a peça de armazenamento de energia para o motor a gasolina. Esta tem uma densidade de energia muito superior à das baterias.

Por exemplo, para armazenar a mesma energia gerada por 3,79 litros ou 3 quilogramas de gasolinaprecisamos de 450 gramas de baterias.

  • Motor elétrico – extremamente sofisticado, ele atua tanto como um motor quanto como um gerador.

A tecnologia eletrônica avançada possibilita, por exemplo, que seja extraída energia das baterias para acelerar, se for preciso. Na função de gerador, o motor elétrico pode frear o carro e devolver energia para as baterias.

  • Gerador– é semelhante a um motor elétrico, mas funciona somente para produção de energia elétrica. O gerador é usado principalmente em híbridos em série.
  • Baterias – nos carros híbridos, agem como dispositivo de armazenamento de energia para o motor elétrico.

Ao contrário da gasolina no tanque de combustível, que pode ativar apenas o motor a gasolina, o motor elétrico do híbrido é capaz de fornecer energia para as baterias e ainda retirar energia delas.

  • Transmissão – tem a mesma função básica encontrada em um carro convencional. Alguns híbridos têm transmissões convencionais; outros, radicalmente diferentes, como o Toyota Prius.

As tecnologias são surpreendentes, embora os veículos híbridos não sejam exatamente algo inédito. É provável que muitas pessoas já tenham experimentado um veículo híbrido algum dia.

A bicicleta motorizada, por exemplo, combina o motor a gasolina com as pedaladas do ciclista; a maioria das locomotivas que puxam os trens funciona a diesel e eletricidade; cidades já possuem ônibus a diesel e elétricos.

Até submarinos podem ser movidos a energia nuclear e elétrica ou, ainda, diesel e eletricidade. E por aí vai… Basta combinar duas ou mais fontes de energia para permitir potência de propulsão, direta ou indiretamente, e temos um híbrido.

Agora, é esperar para ver o que mais o futuro nos reserva. Novidade ou não, reduzir gastos e proteger a natureza é sempre uma excelente ideia, concorda?

Até o próximo artigo!

Carros 2018: Confira os principais lançamentos

Acompanhe nossas atualizações

Recurso de multas